21.6.16

meio quarto de século

não quero condenar a nova era das imagens e das frases curtas que a modernidade trouxe, mas sinto um pouco de falta da época dos blogs. há, talvez, 10 ou 12 anos. e falando assim me sinto aquela tia velha.
quer dizer, é claro que o que você escreve também tem a ver com a imagem que quer mostrar de si, mas ainda é um pouco mais honesto do que as fotos de vida perfeita das redes sociais.

porque as palavras não se importam se você é branco, negro, mulher, homossexual, se usa roupa de marca ou se gosta de ovos fritos no café da manhã. através dos textos dos blogs eu me sentia mais perto do coração das pessoas. fossem meus amigos próximos ou o colega do trabalho com quem nunca tive oportunidade de conversar.
hoje me sinto estrangeira em todo lugar que não seja dentro de mim.
me sinto distante.